800 180 990

Podes contactar-nos de segunda à sexta, das 10:00h às 19:00h

Tem dúvidas?

Aqui estão as respostas a algumas perguntas frequentes. Se não resolverem as suas dúvidas, teremos todo o gosto em resolvê-las através do ola@galpsolar.com o 800 180 990

Autoconsumo solar

A energia solar fotovoltaica é a energia elétrica que se obtém da luz do sol através de painéis fotovoltaicos instalados em casas ou empresas. 

Este tipo de instalações permite ao utilizador autoproduzir grande parte da energia que necessita com a respetiva poupança na fatura de eletricidade. 

Na Galp Solar oferecemos soluções específicas para cada caso concreto. A rentabilidade final, em termos de poupança energética, dependerá de vários fatores. 

  • O seu consumo energético médio 
  • Os seus picos de consumo diário e as horas em que estes se produzem 
  • O nível de radiação solar do seu telhado 
  • Outros fatores adicionais 

Entre agora no nosso simulador e, em apenas alguns segundos, terá informação em tempo real sobre: 

  • A sua instalação ideal 
  • A sua nova fatura mensal de energia 
  • A sua poupança a curto e longo prazo 

As baterias são equipamentos que nos permitem armazenar a energia que sobra durante o dia, para utilizá-la quando necessária.  

São um complemento muito interessante nas instalações de autoconsumo, porque graças a elas podemos aumentar a nossa autossuficiência, até nos momentos nos quais não há sol.  

O melhor será fazer um estudo técnico para avaliar a poupança que irão produzir as baterias para o seu perfil de consumo em concreto.

Contacte-nos para que os nossos consultores possam realizar uma simulação e mandar-lhe uma proposta, só assim poderá analisar detalhadamente se as baterias fazem sentido no seu caso. 

O autoconsumo solar já é uma solução de poupança para toda a gente: vivendas unifamiliares, condomínios e todo o tipo de empresas.

O autoconsumo coletivo é a opção ideal para blocos de apartamentos. Trata-se de um esquema de autoconsumo no qual a produção da instalação é dividida pelos condóminos, o que permite que todos os apartamentos possam ser co-proprietários da instalação. 

Oferecemos um serviço integral de autoconsumo, tanto para vivendas unifamiliares como para condomínios. Contacte-nos para que os nossos técnicos possam dimensionar uma instalação em função das necessidades de consumo do seu condomínio e preparar uma proposta adequada às mesmas.  

Otimização de instalação

A melhor solução normalmente é utilizar o telhado, porque é a superfície com menor incidência de sombra, e com um menor custo das estruturas. 

No entanto, para empresas, em determinadas situações, pode fazer sentido utilizar as estruturas do estacionamento ou do solo, se a superfície do telhado não for suficiente.

Em qualquer caso, na Galp Solar realizamos um estudo técnico pormenorizado da superfície que tem disponível e das suas necessidades, para lhe oferecermos a solução mais eficiente em termos energéticos e de rentabilidade económica. 

O número de painéis ideal para a sua casa ou empresa dependerá principalmente de 3 variáveis: 

  • O seu consumo energético atual 
  • A superfície que tem disponível para a instalação de painéis 
  • Condições de radiação solar

Saiba em poucos segundos o tamanho ideal da sua instalação e a poupança mensal que pode esperar, com o nosso simulador solar.

  • Oferecemos uma opção de pagamento a prazo até 5 anos para habitação e até 8 anos para empresas.   
  • Para empresas temos também disponíveis outras opções, mais inovadoras, como os PPAs, onde as quotas de pagamento variam em função da produção solar do edifício. Contacte-nos!  

A nossa recomendação será sempre a de não aumentar as instalações, uma vez que uma correta dimensão garante sempre a rentabilidade máxima destes sistemas. Além disso, o Fundo Ambiental está limitado a sistemas que não estejam sobredimensionados.  

No entanto, o Fundo Ambiental é uma ótima oportunidade para planear uma instalação com bateria e até para a dimensionar pensando no consumo futuro, isto é, muito mais eletrificado que agora. Os nossos consultores irão ajudá-lo a encontrar a melhor solução tanto a nível financeiro como para o planeta.  

Produção e economia

É muito simples. Se num mês em concreto as suas necessidades energéticas são menores do que a produção que gera através da sua instalação, o excesso de energia será injetado na rede de distribuição elétrica. 

Em instalações de 4kW pode optar por vender a sua energia à rede e obter uma compensação adicional. 

Essa possibilidade está prevista legalmente pelo Decreto-Lei n.º 162/2019 

Sim, os painéis solares produzem energia suficiente nos dias nublados para se rentabilizarem a si próprios.

É verdade que produzem uma menor quantidade de energia que nos dias de sol, mas, felizmente, em muitas zonas do nosso país o número anual de dias de sol supera a média dos países europeus.

O normal é que não seja assim.

As baterias permitem-nos alcançar graus de autossuficiência superiores a 60%, mas chegar a 100% de autossuficiência implica um sobredimensionamento da instalação solar, o que faz com que seja difícil de rentabilizar. 

A solução ótima costuma ser instalar uma combinação de painéis e baterias que nos permita ser autossuficientes durante muitos dias no ano e aproveitar a rede elétrica para consumir a energia que precisamos nos dias mais nublados do ano.  

Com o autoconsumo solar é possível conseguir uma poupança sustentável e relevante – até 40% em habitações e 30% em empresas- desde a primeira fatura de eletricidade, e ao mesmo tempo reduz a sua pegada de carbono.

Por exemplo, uma vivenda unifamiliar que tem um consumo de 100€/mês pode chegar a poupar 500€/ano, enquanto uma PME com um consumo anual de 10.000€ pode vir a poupar anualmente até 3.600€ na sua fatura de eletricidade. 

Procedimentos, autorizações e subsídios

A instalação deve ser efetuada em primeiro lugar porque é obrigatório apresentar as faturas da instalação dos painéis fotovoltaicos.

Estas faturas devem ter data anterior à data da candidatura na plataforma digital Fundo Ambiental.

Sim. Somos peritos em autoconsumo fotovoltaico e cumprimos o regulamento. Todos os nossos instaladores estão certificados e registados na DGEG (Direção-Geral de Energia e Geologia) 

Não. Há alguns que não são custos elegíveis.  Aqui tem um detalhe sobre eles: 

  • IVA 
  • Aquisição de terrenos, edifícios e imóveis 
  • Obras de construção ou adaptação de edifícios, independentemente de serem necessárias para a simplificação da solução 
  • Custos de manutenção e operações 
  • Aquisição de sistemas de monitorização, material e software 
  • Aquisição ou substituição de aparelhos 
  • Projetos, auditorias, estudos e atividades preparatórias ou licenciamento 
  • Supervisão de obras, assistência técnica privada e gestão de projetos 
  • Despesas de recolocação temporária de residentes  
  • Despesas associadas a outras intervenções no edifício que não estejam relacionadas com a instalação do PV 
  • Custos cobertos por programas públicos prévios 
  • Despesas excessivas ou inaplicáveis 
  • Sanções e custos de contencioso 

Monitorização da instalação

Manutenção e garantia

Todas as nossas instalações solares têm um sistema de monitorização que nos permite controlar o seu correto funcionamento a qualquer altura.  

Além disso oferecemos um serviço de manutenção posterior, no qual se realiza uma visita para a revisão in situ de todos os elementos da instalação.  

As instalações solares têm uma vida útil superior a 25 anos. 

Equipamentos de qualidade, uma instalação feita por técnicos especializados, monitorização e uma correta manutenção, garantem que a sua instalação continue a produzir energia limpa e gratuita ao longo de toda a sua vida útil.